Você está aqui

Dicas para Viajar Tranquilo para o Peru na Alta Temporada!

Montanha Colorida Palcoyo

A alta temporada de viagem em determinado país ou região costuma ser a época em que as condições de clima e temperatura estão mais agradáveis e favoráveis para o turismo. Por conta disso e pela maior demanda de serviços, os preços costumam ficar mais elevados, as vagas se esgotam com mais facilidade e os pontos turísticos tendem a ficar mais cheios.

Para quem quer economizar e viajar com mais tranquilidade, se recomenda viajar na baixa temporada, que, apesar não ser a época mais procurada para visitação, traz algumas vantagens para o turista. Nós já escrevemos sobre isso aqui no blog e para ler o conteúdo completo, é só acessar aqui.

Mas hoje o post é sobre dicas para viajar para o Peru na alta temporada, com informações incríveis que só quem é especialista pode te dar. Vamos lá?

Qual a melhor época para viajar para o Peru?

Esta é uma das perguntas mais frequentes que respondemos: mas afinal, qual a melhor época para conhecer Machu Picchu? Quando é a alta temporada no Peru? Por isso, antes das dicas, vamos responder estas dúvidas para te ajudar no seu planejamento de viagem. Então, a alta temporada de viagem para o Peru vai de abril a outubro, que é período de seca, com menos possibilidade chuvas, sendo que os meses de junho e julho são os preferidos dos turistas. Já entre novembro a março, é o período em que as chances de chuvas no país são maiores, por isso esta é a baixa temporada de visitação. É importante dizer que mesmo durante a baixa temporada os passeios acontecem normalmente, com as vantagens de os pontos turísticos estarem mais vazios e os preços mais competitivos. Por isso pense bem antes de escolher a data do seu embarque.

Dicas para viajar na alta temporada:

Enfim, vamos as dicas para que você possa viajar sem preocupações ou problemas durante a alta temporada no Peru:

  • Agende com antecedência: se você escolher viajar para o Peru na alta temporada, tenha em vista que alguns passeios têm vagas limitadas de visitantes por dia, por isso reserva com bastante antecedência. É o caso de Machu Picchu e de algumas atrações dentro da cidadela Inca, como a Montanha Wuayna Picchu, que tem apenas 400 vagas diárias. A famosa Trilha Inca também tem limite de pessoas por dia, portanto o ideal é reservar a sua vaga com 6 meses de antecedência.

Além dos passeios, claro, isso vale para hotéis e para voos, pois se programando com antecedência a chance de você conseguir melhores preços e condições são maiores. A nossa dica, neste caso, é começar a se programar com pelo menos meses de antecedência.

  • Contrate uma agência especializada: uma das dicas mais importantes é que você pesquise e contrate os serviços de uma agência de viagens especializada no destino, como é o caso da Viagens Machu Picchu, que é especializada no Peru e em atender o público brasileiro. Com escritórios no Brasil e no Peru e com uma equipe altamente preparada, garantimos uma experiência incrível no país milenar dos incas a todos os nossos clientes.

Nossos vendedores têm informações privilegiadas sobre os atrativos turísticos do país, montam um roteiro personalizado de acordo com as necessidades de cada pessoa e auxiliam no que for necessário antes, durante e depois da viagem. Ou seja, você não se preocupa com nada, viajando tranquilo e deixando todos os detalhes por conta da agência contratada, além de garantir seus ingressos, traslados e passeios antecipadamente e de maneira segura.

  • Procure roteiros alternativos: se você só tem disponibilidade para viajar na alta temporada para o Peru mas gosta de visitar lugares com menos turistas, a dica então é procurar por um roteiro alternativo, incluindo destinos fora da rota tradicional. Machu Picchu, Cusco e Lima, sem dúvidas são os lugares mais desejados e com certeza você precisa visita-los, mas não de deixe de conhecer também outros pontos turísticos menos conhecidos e igualmente bonitos.

Aqui no nosso blog tem inúmeras matérias sobre isso, mostrando lugares para conhecer além de Machu Picchu, destinos pouco divulgados e pacotes com experiências diferenciadas de acordo com o seu perfil de viagem. Tem roteiros para os aventureiros, para os que amam cidades grandes, para os que querem luxo e conforto, para lua mel e até um pacote místico e esotérico incluindo guia xamã.

Vamos deixar aqui algumas sugestões rápidas de alguns destinos poucos conhecidos: Trujillo, no norte do país, Montanha Palcoyo, a segunda montanha colorida do Peru, Huaraz, com montanhas nevadas e lagoas e a Amazônia Peruana, com uma beleza inigualável.

  • Revise documentos e vacinas: antes de embarcar, revise seus documentos e veja se a carteira de vacinação está em dia. No caso do Peru, para brasileiros entrarem no país, o único documento exigido é o RG, a Carteira de Identidade, em bom estado e com menos de 10 anos. Mas, caso você tenha passaporte, é bom leva-lo também, assim você poderá garantir o famoso carimbo de Machu Picchu em suas páginas.

Para brasileiros entrarem no Peru, nenhuma vacina é obrigatória, mas, em todo caso, é melhor levar consigo a carteira de vacinação durante a viagem.

  • Chegue cedo: chegar cedo nos lugares vai garantir que seu passeio não seja prejudicado por filas, congestionamentos e outros problemas neste sentido. Chegar cedo em uma atração também permite encontrar o lugar com menos pessoas, ideal para passear com tranquilidade e fazer aquela foto linda, com o lugar quase vazio.

Além disso, não esqueça de se programar para chegar com antecedência também nos aeroportos, pois eles costumam estar mais cheios durante a alta temporada. O ideal é fazer todos os procedimentos possíveis on-line, agilizando o seu atendimento presencial.

  • Você também é responsável: atualmente muito se tem falado sobre “overturism”, que nada mais é que o excesso de turistas em um determinado lugar, o que acaba ocasionando, muitas vezes, alguns danos ao patrimônio. Por isso, não esqueça que você também faz parte disso e responsável pela manutenção e integridade dos lugares que visita. Seja um turista responsável e busque, sempre que possível, maneiras de diminuir o seu impacto por onde passa, principalmente se for um destino de natureza e ecoturismo.

Estas foram as nossas dicas e esperamos que sejam úteis no seu planejamento de viagem para o Peru. Se você está pensando em viajar para o Peru, seja em qualquer data do ano, entre em contato com a nossa equipe e veja todas as opções de roteiros e experiências que temos para oferecer. Temos certeza que será a viagem dos seus sonhos, e até melhor. Ficaremos felizes em te apresentar todas as belezas peruanas, incluindo sua rica cultura, história e gastronomia.

Continue lendo nosso blog para mais informações sobre viagem para Machu Picchu e Peru.